DellaProd

MINHA CASA É DOCE

por Dary Esteves Jr

O domínio da canção é restrito, uma arte em si. O cantor e compositor Fábio Della faz parte do grupo seleto. “Minha Casa é Doce”, seu novo e autoproduzido álbum, mostra o porquê. Como Lulu Santos, se acostumou a criar hinos – sua discografia com a banda Aerocirco canta alto no refrão, sempre com as mãos para cima.

Radicado em Belo Horizonte, o artista catarinense lapidou seu repertório ao longo dos últimos anos. Primeiro, com a ajuda da Monocine; depois, com o revisionismo seguro da carreira solo. Agora, maduro, mostra onde sua ourivesaria pop pode chegar: um lugar entre o “novo rock” de Kings of Leon, o alt-country de Wilco e o rock rural de Sá, Rodrix e Guarabira. A experiência em seu próprio estúdio permitiu ampliar a sonoridade acústica que explorou nos dois discos mais recentes, ambos de releituras.

Della, um multi-instrumentista, se permite quebrar estruturas tradicionais da canção, mas o faz com elegância, sem dispensar os ganchos que o tornaram um mago entre seus pares. Em um mundo isolado pela pandemia, ele pergunta: “Quem vem me ajudar? Quem para pra me escutar?”. A resposta é sutil: sua mulher, Marcelle, e a filha do casal, Alicinha, participam do disco, entre outros convidados.

Ao longo das 10 faixas – uma é instrumental – de “Minha Casa é Doce”, título autoexplicativo, Della também canta sobre a esperança em “Vontade De Se Ver”, nova joia de seu cancioneiro, ao estilo das baladas clássicas de Willie Nelson.

Os versos confessam: “Os passos da nossa dança/Nossos sonhos de criança/Matar nossa vontade de se ver”. A vontade de ouvir, ah, essa ninguém mata.

Em tempo: as músicas serão lançadas uma a uma, toda sexta-feira, a partir do próximo dia 17, em todas as plataformas digitais. Não perca. Faz bem para a alma.

album-art

Minha Casa É Doce

RE-UNI 02

POR MARCOS TADEU
jornalista/idealizador do Rock Cabeça e feat. na faixa “Enquanto Nós”.

Bem-vindos ao “Clube Nós”

O timing perfeito? Cerca de dois anos após o lançamento do primeiro “Re-UNI”, a aguardada segunda parte dessa jornada nos chega em meio ao isolamento social causado pela pandemia no final de 2020. Por alguma dessas providenciais obras do acaso, Fábio Della nos consola, acolhe e diverte – por que não? – justamente quando mais precisávamos da sua música. Mas não só: o artista  florianopolitano também cuida de dissolver distâncias ao promover uma grande reunião sonora em nome da amizade, ou melhor, das tantas amizades que até hoje enriquecem sua trajetória musical. Trajetória, essa, marcada pela diversidade, afinal temos, em Re-UNI 2, do folk/blues de Zé Ramalho ao bolero, passando pelo nananana típico de Lennon e McCartney para, finalmente, desaguar lentamente no country da brilhante fase “Zuma” de Neil Young. Acima de tudo, o disco abrange mais de 35 anos de uma carreira inteiramente dedicada a composições originais, em 13 faixas revisitadas e a participação especial de mais de 28 nomes de diferentes segmentos da música brasileira –  e com um diferencial, neste álbum, Della decidiu, ainda, cortejar o inglês na linda e emblemática “For a Friend”. Sim, Re-UNI 2 é, ele próprio, for a friend, para um amigo, para vários amigos e por nós, por nós do “Clube Nós”. Eis aqui a sua admissão.  

OUÇA AQUI

DellaProd – 2020
O Re-Uni ao vivo foi gravado em Belo Horizonte em março de 2019, na casa de show A Autêntica e contou com grandes participações, como Bronn Billy, Samir Chammas, sem contar da excelente banda que traduz o Re-Uni numa verdadeira festa folk country.
O show tem músicas do disco de estúdio Re-Uni, lançado em 2018 e já apresenta uma música do Re-uni 02, chamada “Eu Não Conheço, todas composições de Fábio Della.
Para ilustrar as 13 músicas desse disco, Paulo Valle imprimiu suas técnicas impressionistas em 13 fotografias sem qualquer interferência digital, apenas nas técnicas manuais de fotografia, que são de arrepiar. Suas fotos possuem a  mais inebriante sensibilidade e ilustram perfeitamente o mais profundo sentimento de cada letra. Entre nessa, escutando o disco apreciando cada detalhe das fotos, produzidas sem qualquer efeito digital. Você pode adquirir os posters na nossa loja ou nos shows.
Ficha Técnica
  • Fábio Della – Voz, violão e dobro
  • Chico Cardoso – Guitarra
  • Delano Macedo – Pedal Steel
  • Adriana Moreira – Backing Vocal
  • Hamilton Soares – Teclado
  • Felipe Brant – Baixo
  • Nenel Neto – Bateria
  • Samir Chammas – Gaita (part. especial)
  • Bronnco Billy – Voz (part. especial)
  • Fotos e Capa –  Paulo Valle
  • Produção, Mixagem e Masterização de Fábio Della (DellaProd Studios)
  • Edição e finalização de vídeo: DellaProd Studios
  • Captação de vídeo: Thiago de Souza e Gleicieli Soares
  • Captação de Áudio – Wagner Borba

RE-UNI é o  primeiro disco solo de Fabio Della e vem com uma forte veia folk, na estética dos instrumentos acústicos e muitos convidados. Lançado em agosto de 2018 alcançou grandes marcos com a veiculação no canal BIS e MULTISHOW, assim como chegou a ser citado em renomados blogs e revistas Brasil a fora.

OUÇA AQUI