INVISIVELMENTE

Olá, hoje, 01/jul, o CD atingiu quase 2000 downloads, fazendo apenas 10 dias que liberamos no site, e o que mais empolga é ver que pessoas de todos os cantos do Brasil estão baixando, até mesmo do exterior, enfim, estamos muito empolgados mesmo! É nesse clima que resolvi escrever sobre mais uma música desse CD e dessa vez será sobre INVISIVELMENTE! Explicar algumas coisas fazem elas perderem o brilho, mas vale a pena eu começar e depois esperar, assim como foram os primeiros posts, o comentário de vocês.

Invisivelmente é a tentativa de traduzir um sentimento, se é que se pode dizer que é UM sentimento e não vários, que faz eu me mover, acordar, chorar, rir, esquecer, ou seja, querer viver! Eu nunca soube lidar direito com a expontaniedade da alegria estonteante de uma grande conquista ou de uma tristeza profunda de uma perda, tudo pra mim parecia ser forte porém passageiro, onde eu não me permitia curtir aquilo como algo eterno, mesmo sabendo que aquilo seria eternizado na minha memória e na minha mudança de rumo. De fato pra mim as conquistas ou perdas de algo sempre vieram acompanhadas de um segundo passo que eu tinha que dar e esse segundo passo tomava conta do meu sentimento novamente e assim é até hoje. Algumas vezes tentei entender se eu estava em depressão, se eu era um bi-polar, se eu era irresponsável pelas constantes mudanças de rumo na minha vida ou se tudo isso era a busca pela felicidade!

Esse sentimento que tento entender é SIM a busca pela felicidade, é como a ação hormonal que faz sentirmos muito prazer quando chegamos no que queremos, mas também nos deixa triste quando nos frustramos, porém o principal desse sentimento é que ele é um poço de forças que nos faz continuar sonhando e lutando sempre, eternamente, COMO SE EU FOSSE O ÚNICO, CORRENDO MAIS QUE O MAIS RÁPIDO, SENDO MAIOR QUE O MÁXIMO, INVISIVELMENTE!

INVISIVELMENTE
Letra e Música: Fábio Della Giustina

Todas as vezes parece não ser bem o meu lugar
Quis o calor, depois frio, quis o chão, depois quis o mar

Mudo, mudo, a voz, a cor, o lugar
Minha metade é vontade a outra é querer mudar

Como se eu fosse o único
Correndo mais que o mais rápido
Sendo maior que o máximo
Invisivelmente

Antes que tudo se acabe, um salto de quem não dá
Veio o que ao ver me prende e que me faz apaixonar

Mudo, mudo, tenho o que quero lembrar
Que toda minha vontade me trouxe onde eu quis chegar

Como se eu fosse o único
Correndo mais que o mais rápido
Sendo maior que o máximo
Invisivelmente

Antes que tudo se acabe, um salto de quem não dá
Veio o que ao ver me prende e que me faz apaixonar

Mudo, mudo, tenho o que quero lembrar
Que toda minha vontade me trouxe onde eu quis chegar

Como se eu fosse o único
Correndo mais que o mais rápido
Sendo maior que o máximo
Invisivelmente

Share : facebooktwittergoogle plus
pinterest

ULTIMA ESTAÇÃO

Começo esse POST agradecendo muito a todos por tudo que tem feito pela Aerocirco, principalmente em ver tanta coisa boa acontecendo e com a ótima repercussão com o lançamento do novo CD INVISIVELMENTE (www.aerocirco.com.br). Não poderia ser diferente, escolhi mais uma música do novo CD e desta vez será ULTIMA ESTAÇÃO, faixa que abre o CD.

A primeira frase desta letra me coloco dentro de um vagão de um trem, assintindo pela janela tudo que acontece comigo, como se eu tivesse o poder de ver o que acontece comigo mesmo! Minha vida é exatemente assim, cheia de questionamentos, chegando a me perguntar se ela teria chegado ao fim, se a vida teria chegado pra mim e dito…”esta é a última estação”…mas não, “o tempo explicou que não, espere a outra estação”.

Esta letra é isso, é a vida falando pra mim mesmo ou pra quem quer que se veja nela, como os avisos e as curvas feitas a bordo desse trem que não sabemos quando será a última estação. Ninguém sabe e só saberemos se é a última estação quando estivermos lá, então é melhor cantar o refrão….

…CADA UM SEJA COMO FOR, NÃO LHE FAÇA NENHUM FAVOR – seja lá quem vc é, não viva as sua trajetória como se estivesse fazendo um favor, viva por vc mesmo

…NEM ENTENDA O QUE SE EXPLICOU – nem tente seguir o que os outro dizem

…CADA UM SEJA COMO FOR, SÓ LHE FAÇA MAIS UM FAVOR, UMA HISTÓRIA DE UM GRANDE AMOR – cada um seja como for, se for pra fazer algum favor, faça apenas um, viva por um grande amor, seja lá ele por alguém, sonho ou por qualquer outra coisa, mas viva com amor, é a única coisa que vale a pena!

É isso, espero que vcs tenham curtido!

ÚLTIMA ESTAÇÃO
Letra e Música – Fábio Della Giustina

Se as estrelas caíssem aos poucos até o chão
Na janela borrasse as imagens que elas são

A história chegou ao fim?
Ela veio e levou de mim?
Mas o tempo explicou que não
aaa, aaa
Espere a outra estação

São mil trilhos, diversos, dispersos, mas esse não
Veja lá, veja bem, não tem como, não dar razão

A história não tem um fim
Ela veio e deixou pra mim
O que eu achava nem existir
aaa, aaa
É como a última estação

Cada um seja como for
Não lhe faça nenhum favor
Nem entenda o que se explicou
aaa
Cada um seja como for
So lhe faça mais um favor
Uma história de um grande amor

A história não tem um fim
Ela veio e deixou pra mim
O que eu achava nem existir
aaa, aaa
É como a última estação

Cada um seja como for
Não lhe faça nenhum favor
Nem entenda o que se explicou
aaa
Cada um seja como for
So lhe faça mais um favor
Uma história de um grande amor

aaa, aaa
Essa é a última estação

Cada um seja como for
Não lhe faça nenhum favor
Nem entenda o que se explicou
aaa
Cada um seja como for
So lhe faça mais um favor
Uma história de um grande amor

Share : facebooktwittergoogle plus
pinterest

FAZ DE CONTA

E ai pessoal, não sei se todos sabem mas dia 20 de junho (próximo domingo) nós da Aerocirco estamos lançando nosso novo CD – Invisivelmente. Este novo CD marca uma nova fase da banda, um novo rumo musical e que já antecipamentos com os dois singles Não Me Leve a Mal e Faz de Conta, que lançamos em 2009. Como o clima já é do CD novo vou falar de Faz de Conta.

Um dia fui ao banco em Coqueiros (bairro de Florianópolis) e como o banco era pequeno tinham poucas vagas pra carro, mas tinha uma vaga para deficientes/idosos e que estava livre, eu passei reto estacionei na rua, assim como “quase todos” fizeram. Para minha surpresa quando eu entrava no banco vi um homem, muito bem de saúde, colocando seu carro nesta vaga, então chamei atenção do figura e começamos a discutir. Este figura, além de ter agido com uma falta de educação peculiar aos “espertalhões”, é o retrato do hipócrita que critica os corruptos mas é tão corrupto quanto os outros que ele julga, com as coisas que estão ao seu alcance.

Tentei escrever algo que reproduzisse o sentimento oposto a essa postura hipócrita e pessimista de ver a realidade da nossa sociedade, passando a ver que as pequenas atitudes do nosso dia a dia mudam tudo que está ao nosso redor.

FAZ DE CONTA
Letra e Música: Fábio Della

Saiba que o mundo não quis fazer mal
Até um tropeço pode ser normal
Só faz do esquecido o principal
Faz de conta, é o bem e o mal

E a tristeza já nem dá sinal
O amor invade todo lado mal
Se toda ação já mergulhou no tal
Faz de conta, se tornou real

Faz de conta é permitido
Pra mudar a direção
Pra lembrar do esquecido
Com o coração

E tudo está em outra dimensão
O pouco já virou mais de um milhão
O ireal virou verdade e não
Faz de conta, já não volta não

Aquele o cego agora enxerga bem
O egoísta ajudou alguém
E o ladrão já não rouba mais quem
Faz de conta ser assim também

Faz de conta é permitido
Pra mudar a direção
Pra lembrar do esquecido
Com o coração

Faz de conta é permitido
Quando a voz da sua razão
Faz do seu silêncio um grito
Que não cala não

Share : facebooktwittergoogle plus
pinterest

CANSAÇO

Queria antes de mais nada pedir desculpas por demorar tanto pra escrever, mas o lançamento do novo CD da AEROCIRCO – INVISIVELMENTE está mesmo tomando todo o tempo, foi uma justa causa!

Eu resolvi escrever um pouco sobre  CANSAÇO já que o ritmo hoje é acelerado, mas o motivo é exatamente o oposto! Em uma letra ou poesia, a forma que se vê um objeto fala mais do que o objeto em sim, assim aconteceu em Cansaço, o cansaço é apenas um objeto mas o que fala dele é uma vontade amarrada, um desejo querendo gritar, CANSAÇO é isso!

Era um época onde eu transitava pelos 300Km da 101 que separam Curitiba e Floripa quase todo final de semana, além da solidão em Curitiba, das vontades amarradas, da família longe, dos amigos que eu conversava pelo msn, da banda que me esperava para os finais de semana, do estúdio parado e quando você se dá conta o que sobra é um cansaço mental, quase uma tristeza!

A letra é clara no que se passa, mas diz muito mais no que se sente!

CANSAÇO (letra e música: Fábio Della)

ONTEM NADA NA TV
NADA EM NENHUM LUGAR
JÁ NÃO HÁ O QUE FAZER
JÁ NÃO HÁ COM QUEM FALAR

A EEEE…ISSO MATA DE CANSAÇO
SE NÃO ESTOU AO SEU LADO

PASSO O DIA A SE ESCONDER
FICA O CÉU DESANIMADO
jÁ TENTEI ADORMECER
JÁ TENTEI ME CONSOLAR

A EEEE…ISSO MATA DE CANSAÇO
SE NÃO ESTOU AO SEU LADO

JÁ NÃO HÁ MAIS O UE ME FAÇA RIR
NÃO HAVIA MAIS CALÇADAS PRA IR
MEU DESEJO NÃO MUDOU O FIM
ISSO MATA DE CANSAÇO

Share : facebooktwittergoogle plus
pinterest

TÃO RAINHA

Dessa vez resolvi já falar de cara do que se trata e não esperar vcs escreverem primeiro, como foi os anteriores.

Esse música escrevi no segundo CD – “O som das paredes”, em 2005.  Essa foi uma música que fiz pra minha mãe, mas canto falando pro filho, na terceira pessoa.  Tem várias passagens pessoais minha com ela, dias de tristeza (CARREGOU COM AS MÃOS, A VIDA DESSE FILHO SEU, QUE SÓ CHOROU PORQUE PERDEU, O QUE A VIDA FOI TIRAR COMO UMA BRUTA MALDIÇÃO), dias de apoio (PEQUENO GESTO TE DEIXOU MELHOR,  SÓ ELA FAZ COMO NINGUÉM), dias de superação (MOSTRANDO A FALSA E AMARGA ILUSÃO, MAS NUNCA DEIXOU PRA DEPOIS) e o amor de mãe, sempre presente (MAS CRESCEU O SEU AMOR PRA CADA GRAU DO SEU CALOR, CARINHO QUE A COROOU, TÃO RAINHA).

Lembro bem que comecei compor pela música, fiz a melodia e a harmonia sem letra, depois coloquei a letra. Pra quem não sabe, melodia é a linha da voz, aquilo que se canta, harmonia são os acordes dos instrumentos que acompanham a voz. Compor a melodia antes, sem letra,é interessante pois eu fico livre pra colocar a melodia que eu quiser, sem me preocupar com a métrica da letra, mas depois pra encaixar a letra é muito “foda” pois a letra tem que fechar em todas as métricas da melodia, isso limita a letra, mas pra minha surpresa quando eu acabei de fazer a melodia comecei a colocar uma letra cantando de improviso e tudo saiu praticamente de primeira, como se a letra já estivesse pronta em algum lugar e eu simplesmente escrevi!

TÃO RAINHA
LETRA E MÚSICA : Fábio Della

VAI MESMO COM UM CORAÇÃO MAIOR
QUE O SEU CARINHO SUTIL FAZ
SUA TERNURA BELA QUE DISTRAI
POR SER TÃO DOCE QUE DÁ DÓ

CHORA POR NADA E RI BEM PIOR
MESMO QUE DURA A ESTRADA FOI
MOSTRANDO A FALSA E AMARGA ILUSÃO
MAS NUNCA DEIXOU PRA DEPOIS

É SIMPLESMENTE INCAPAZ
DE MALTRATAR UM CORAÇÃO
QUE ESTEVE SEMPRE AO LADO SEU
E NUNCA IMPÔS A CONDIÇÃO
DE QUERER O SEU AMOR
PRA CADA GRAU DO SEU CALOR
CARINHO QUE A COROOU
TÃO, TÃO, TÃO…

PEQUENO GESTO TE DEIXOU MELHOR
SÓ ELA FAZ COMO NINGUÉM
FINGIU SER FORTE PRA TE ENCORAJAR
PRO OUTRO DIA QUE JÁ VEM

PRINCIPALMENTE FOI CAPAZ
PODER ENCHER SEU CORAÇÃO
QUE ESTEVE SEMPRE AO LADO SEU
E CARREGOU COM AS MÃOS
A VIDA DESSE FILHO SEU
QUE SÓ CHOROU PORQUE PERDEU
O QUE A VIDA FOI TIRAR
COMO UMA BRUTA MALDIÇÃO

MAS CRESCEU O SEU AMOR
PRA CADA GRAU DO SEU CALOR
CARINHO QUE A COROOU
TÃO, TÃO, TÃO…

É SIMPLESMENTE INCAPAZ
DE MALTRATAR UM CORAÇÃO
QUE ESTEVE SEMPRE AO LADO SEU
E NUNCA IMPÔS A CONDIÇÃO
DE QUERER O SEU AMOR
PRA CADA GRAU DO SEU CALOR
CARINHO QUE A COROOU

Share : facebooktwittergoogle plus
pinterest

LIQUIDIFICADOR

Liquidificador é mais uma letra do CD LIQUIDIFICADOR lançado em 2007. Mau amigo Dary do TG falava que curtia muito caminhar ouvindo essa música, por que curte muito esse refrão!

LIQUIDIFICADOR
Letra e música: Fábio Della

Olha meu amor ou seja lá quem for
Estou melhor aqui

Quanto tempo mais vai durar esse tempo
Será não ter fim?

E enquanto demorar essa chuva passar
Passo a noite inteira aqui na fronteira
Entre o céu e o mar

Não, não vou embora, sei que há frio lá fora
Vá, me deixe aqui

Eu estava meio tonto
Fui direto ao ponto
Pra dizer que sim

Eu me pus no seu lugar
Pra tentar me encontrar
Leva tempo, corre lento
Até eu me achar

Não há nada que eu não faça
Porque a vida não é de graça
Se esperar quando quiser
Se deixar ser, vejo quem és

Não há nada que eu não faça
Porque a vida não é de graça
Mais um dia na memória
Eu não largo minha história

Fui de novo ao seu lugar
Pra tentar me recompor
Bebi toda minha vida
De um liquidificador

Não há nada que eu não faça
Porque a vida não é de graça
Se esperar quando quiser
Se deixar ser, vejo quem és

Não há nada que eu não faça
Porque a vida não é de graça
Mais um dia na memória
Eu não largo minha história

Share : facebooktwittergoogle plus
pinterest

1 4 5 6 7