O Resto Tanto Faz

Essa é uma das minhas preferidas do novo CD, não só pela história por trás dela mas pelo arranjo que a banda conseguiu fazer além das timbragens. Nessa eu gravei a voz, piano e a orquestração, já o Maurício gravou os violões, guitarras e backings, o Lange o baixo e backings e o Henrique bateria.

Sobre a história da letra eu devo muito ao Dary, ao Anderson, ao Xexé e ao Maurício, rs, vamos aos fatos! Era uma vez meu amigo Dary Jr (Terminal Guadalupe) que me apresentou Anderson Lee (RockNova) que fez uma parceria com a Aerocirco e nós fomos até BH pra dois shows, uma na sexta (23) e outro no sábado (24) de outubro de 2009. As coincidências continuam quando o show de sexta-feira foi cancelado quando já estávamos em BH e de repente resolvemos ir ao Jack bar graças ao Xexé e toda a raça, lá eu conheci a Marcelle e com um empurrãozinho do Maurício a história começou, me apaixonei, começamos a namorar, estamos juntos e é pra ela que fiz o Resto Tanto Faz já que a letra fala bem como foi a noite no Jack e como estamos desde então!

abração à todos

O RESTO TANTO FAZ
Letra é Música: Fábio Della

Estava onde era pra estar
E vc com seu olhar
Fez congelar as horas
Do lugar

Pensei sermos iguais
Mas pouco importa pois
As diferenças fazem
Até melhor

Tudo é tão simples e é simples complicar
Eu só queria poder estar
Sempre por perto, o resto tanto faz

Tanto pra conversar
Procuramos ficar
Somente nós e o resto
Tanto faz

Tudo é tão simples e é simples complicar
Eu só queria poder estar
Sempre por perto, o resto tanto faz

Não não tive medo
Nem você segredos
E nem foi em vão

Já não é tão longe
Olhando por onde
Passa o coração

Não não tive medo
Nem você segredos
E nem foi em vão

Já não é tão longe
Olhando por onde
Passa o coração

O resto tanto faz
O resto tanto faz
O resto tanto faz
Por tanto que se faz

Share : facebooktwittergoogle plus
pinterest

ONTEM

Essa música é uma das minhas preferidas desse novo cd, não só pelo arranjo mas principalmente pelo significado da letra. Eu lembro bem quando a compus, eu estava em Curitiba indo pro meu tradicional futebol de terça-feira com os amigos, eu parei meu carro no estacionamento de um supermercado para esperar meu amigo Gustavo Henrich que ia de carona comigo, lá mesmo me veio a letra e a melodia praticamente inteira e eu registrei no gravador do meu celular, aliás foi nesse celular que registrei praticamente todas as composições de Invisivelmente.

Na verdade eu já vinha passando os dias e as noites pensando muito nas mudanças que estavam por vir, principalmente na mudança pra São Paulo, na saída de Curitiba, na gravação do novo cd, na grana, ou seja, eu vivia um caminhão de dúvidas, mas uma coisa eu tinha certeza, a mudança era inevitável.

Muito achavam ser por bem eu continuar no meu trabalho na época, seria um risco muito grande largar tudo pra essa mudança, eu gostava muito dele mas eu sentia como se eu vivesse apenas parte de mim, eu precisava arriscar pela banda, mesmo que não surtisse o efeito que eu esperava e eu tinha certeza, assim como ainda tenho hoje, que no final eu não me daria mal…Por que tanta certeza? Por que não existe um final.

Bom é isso, ai vai a letra! Estou muito feliz com a quantidade de acessos e espero que vocês me ajudem a divulgar esse blog, é muito bacana ver tanta gente procurando saber o que falamos nas nossas músicas. Qualquer coisa, me adicionem no twitter pra acompanharem on-line o blog – http://www.twitter.com/fabiodella

Grande abraço pra todos

ONTEM
Letra e música: Fábio Della

Ontem eu menti sobre mim mesmo
Eu não sei qual a razão
Eu não sei qual a razão

Ontem eu perdi o que era mesmo?
Acho que era em vão
Acho que era em vão

Mas bem no fim
Eu não quero ser assim
Um pedaço só de mim
Quando acham ser pro bem
Eu entendo que depois
Pode ser que me de mal
Mas no fundo eu acredito
Que não existe um final

Share : facebooktwittergoogle plus
pinterest